Arts

Vivente Andante traz conversas que fluem sobre arte e cultura pelas ondas sonoras de um mar abstrato. Viver é trocar conhecimento, escutar, aprender e partilhar. Um programa canalizado através do jornalista Alvaro Tallarico.

March 27, 2020

Pura lábia ou pura mágoa? Carlos Posada tem um clã de fãs e vive da música.

Ele fala sobre como o Brasil vive entre a lama e o caos. Sendo a lama também uma riqueza. Carlos Posada é um cantor, compositor e músico de origem sueca, mas vivência brasileira. Criado em Pernambuco e radicado na cidade do Rio de Janeiro (RJ), viaja pela MPB, o rock e o indie. Inclusive, tem músicas gravadas por Lenine, Ana Cañas e Duda Brack, fez parte da banda O Clã e acredita que a cultura e a arte podem mudar perspectivas. 

No dia em que gravamos essa entrevista, uma chuva torrencial despencou no Rio de Janeiro. Contudo, não impediu os amantes de música de comparecem ao agradável Pub Panqss, em Botafogo, para o show de Posada, Gui Fleming e Agatha. As ruas alagadas foram secando vagarosamente, enquanto os espectadores chegavam aos poucos e subiam para o segundo andar do pub, ávidos por canções que tocassem seus corações. Assim foi. Posada adentrou o palco, sentou-se com o violão e discorreu suas composições com altivez e descontração. Em “Retalhos”, o público pareceu ficar mole, escutando com aqueles sorrisinhos que insistiam em permanecer em seus rostos. Um clã de fãs deliciava-se.

// Apresentação, produção e roteiro: Alvaro Tallarico // Edição: Fachal Júnior // Siga @viventeandante no Instagram e no Twitter // No Facebook: facebook.com/viventeandante // E visite www.viventeandante.com

#posadaeocla #carlosposada #rock #rockbrasileiro #mpb #musicabrasileira #musico #brazilianmusic #rockbrasil #interview #entrevista #conversamusical #posada

More episodes

Load more

Podbean App

Play this podcast on Podbean App